Já pensou em desestagnar seu relacionamento?

Antes de tudo, reflita como normalmente os relacionamentos se iniciam: com potência; entusiasmo; identificação de ambos em relação a assuntos, objetivos, interesses em comum; afinidades. Quando você conhece alguém e as coisas citadas acima acontecem, é como se você descobrisse facetas da sua personalidade nas quais você estava desconectado, então a pessoa que você está se relacionando faz com que você sinta que existem partes da sua personalidade que você não tinha tanto acesso antes dela aparecer na sua vida, é como se ela relevasse algo sobre você, mesmo sem que ela perceba. Nesse período do relacionamento nos sentimos “vivos” novamente e esta sensação é muito poderosa. Porém, ao longo do relacionamento, acabamos perdendo este sentimento de entusiasmo e de descoberta que o outro nos transmite.

Nós buscamos em um relacionamento a sensação de intimidade, de conforto, estabilidade, proximidade, ao mesmo tempo, essa previsibilidade faz com que a gente se acostume com nossa própria personalidade, você sabe quem você é, sabe quem é a pessoa com quem está se relacionando, já sabe quais assuntos terão, porém, isso causa um efeito paradoxal, pois ao mesmo tempo em que buscamos essas características em um relacionamento, elas fazem nos sentir cada vez mais distante do desconhecido que existe dentro de você, do imprevisível, daquilo que te impulsiona e te faz sair do lugar. Quando o relacionamento está acabando você passa por algumas fases, dente elas, citarei duas:

CRISE DE IDENTIDADE: há uma crise de identidade de você como pessoa e de vocês como casal. Se você ama no outro aquilo que ele desperta em você, então você precisa resgatar o “desconhecido” que você carrega.

MÚLTIPLOS RELACIONAMENTOS: existem múltiplos casamentos dentro de uma relação, imagina que vocês estão juntos há muitos anos, você provavelmente não é a mesma pessoa do início, assim como seu parceiro também não e ao longo das nossas transformações pode ocorrer de não nos identificarmos mais com a pessoa na qual nos relacionamos. Pense em como você pode resgatar essa nova relação, você precisa encontrar uma nova perspectiva sobre o seu parceiro, sobre sua relação, é como renovar os votos com essa pessoa. Lembre-se de não obrigar a pessoa a te acompanhar nos seus novos objetivos, exemplo: você começou a praticar exercício físico e começa a insistir para que seu parceiro te acompanhe, pense que isso é um novo objetivo para você, um projeto seu, se você gostaria que a pessoa te acompanhasse, inicie os projetos primeiro, certamente o seu parceiro se inspirará ao ver resultados em você e fará com que ele se desperte em algo que seja poderoso para ele, nos moldes dele e isso poderá ser a “ignição” para este novo relacionamento.


Postagens relacionadas

Você é infeliz porque não cresceu

Quase todas as pessoas insatisfeitas com a vida compartilham esse traço de personalidade...

Cinco Linguagens do Amor

Nossas relações interpessoais ocorrem a todo momento, seja com colegas de trabalho, relacionamento...

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Add Comment *

Name *

Email *

Website

X