Será que você não está repetindo os mesmos erros de seus pais?

Você já flagrou certas atitudes suas semelhantes à de seus pais em certos momentos?
Vamos supor que na sua infância seus pais eram duros, rígidos e faziam você se sentir pequeno e inferior, mesmo que não fosse de propósito. Então, você se torna um adulto e por mais que deteste estas características deles, percebe que em dados momentos elas são replicadas em seus comportamentos.

Isso ocorre por alguns motivos:

  • MODELAGEM: quando você é criança, você não possui grandes referências; a relação com seus pais é assimétrica, ou seja, alguém tem mais força do que você; você também não possui muita experiência de vida. Então, com o tempo você acaba pensando que o modelo que seus pais utilizaram com você, remete a vitória, pois se a forma como te educaram funcionou com você, também funcionará com seu relacionamento amoroso ou com seus filhos. É o famoso ditado “sou assim graças aos meus pais”.

 

  • LEALDADE INFANTIL: apesar do amor dos nossos pais, precisamos entender que nem sempre suas personalidades serão saudáveis. Antes de tudo, precisamos desmistificar que nossos pais são seres divinos, como se não possuíssem suas limitações. Partindo deste princípio, alguns pais podem possuir uma personalidade tóxica e eles transmitem essas características aos filhos. É como se fosse um amor misturado com dor, problemas, comportamentos problemáticos, suas neuroses, traumas em cima dos filhos. Em contrapartida, as crianças possuem certa adoração pelos seus pais, por mais problemáticos que possam ser, pois, seus pais são a única referência que eles têm e isso, cria uma certa lealdade muito poderosa de filhos para pais. Lealdade carrega consigo um sentimento de pertencimento, se queremos nos sentir pertencentes a algo, replicamos os mesmos comportamentos de nossos pais.

 

  • IMPOTÊNCIA VINGADA: uma coisa é o que nós pensamos que sentimos e outra coisa é o que sentimos de fato. Na prática você pode estar punindo inconscientemente pessoas mais próximas de você, por aquilo que você sofreu. Exemplo: na sua infância e adolescência seus pais foram muito controladores, não te davam liberdade e quando deixavam você um pouco mais à vontade com seus amigos, ligavam o tempo todo no seu celular ou até mesmo no celular de seus amigos, então você cresce e se torna um adulto que controla as pessoas mais próximas de você, amigos, namorado ou namorada, inconscientemente, mesmo que você odeie estes traços em seus pais.

 

Tente observar melhor seus comportamentos, seja sincero consigo mesmo, escute o que pessoas próximas dizem a seu respeito, desta forma você poderá tomar consciência de seus comportamentos e aos poucos, poderá muda-los.


Postagens relacionadas

Setembro Amarelo

Foi no ano de 2015 que a campanha do Setembro Amarelo foi instaurada...

Como resgatar seu poder em situações de impotência

Nas tempestades de incertezas ou na calmaria das certezas, estar em sociedade implica...

Leave a Comment

X